Fazendo a Sua Vida Melhor

O que você acha que precisaria ter ou ser para que a sua vida estivesse melhor?

Pensa um pouco, não deve ser muito difícil. Você não precisa responder com 100% de certeza. Você só precisa fechar os olhos e fazer um balanço da sua vida hoje.

felicidade-5-fazendo-voce-mais-feliz

O que você sonhou ter ou ser, o que você é ou conquistou e o que falta para você ser feliz.

Muitas pessoas não conseguem completar esse exercícios simples. Não sabem o que são na vida, fazem uma avaliação incompleta do que tem ou conquistaram, normalmente dão pouco valor ao que são e se acham imperfeitos e coitados.

Podem até ser imperfeitos mas coitados não! Mas porque coitados não? Uma vez eu ouvi uma história bem interessante. Vou compartilhar com você.

Era uma vez um cachorrinho. Ele morava na rua e vivia perto de um posto de gasolina. Certo dia, um cliente se aproximou para abastecer o carro e ouviu o cachorrinho chorando.

Perguntou ao frentista o que estava acontecendo e ouviu que ele já estava chorando a dias e nada podia ser feito.

O rapaz curioso e incomodado com a situação, insistiu: mas isso não faz sentido. Se vocês sabem que ele está há dias assim, porque vocês não o ajudara? Por que não o levaram ao veterinário? Vocês são uns insensíveis.

O frentista parou o que estava fazendo, respirou fundo e explicou: meu senhor, esse cachorrinho é conhecido nosso, ele mora aqui há anos. Essa é a primeira vez que o senhor está o vendo, certo?

O rapaz o respondeu prontamente, confirmando com a cabeça. Nisso, o frentista continuou: nem sempre o que os nossos olhos veem reflete a realidade.

O que você quer dizer com isso – indagou o rapaz.

Eu estou tentando lhe explicar que a atitude do senhor em relação ao cachorrinho é bem semelhante a atitude que nós temos em relação aos outros e o mesmo vale para o animal.

Muitas vezes, temos opiniões formadas e nem consideramos ser possível que o outro tenha razão ou, pelo menos, esteja certo em parte do que está sendo dito. Devemos ser gratidão pela opinião do outro.

Nesse exemplo que dei, o cachorro estava há dias chorando porque sentou em cima de um prego e não queria/podia levantar.

Nos três primeiros dias, o frentista de plantão foi até ele e o tirou de cima do prego. Logo que ele de afastava, o cachorrinho voltava para o prego e se sentava encima dele novamente.

felicidade-6-fazendo-voce-mais-feliz

Depois do 3o dia, chegou-se a conclusão: o prego não deve estar doendo tanto assim. Só o cachorro pode decidir se quer sair de cima ou se precisa de ajuda. Só ele pode entender que uma ação relativamente simples da parte dele, pode mudar tudo ao seu redor.

Só ele pode definir o que o faz feliz, o que o completa e que coisas ele precisa evitar, abrir mão ou passar por cima para que a luz apareça e a sensação de liberdade se instale.

Só ele pode fazer isso tudo, para bem ou para o mal.

Como aprender inglês em poucos meses?

Muitas pessoas me perguntam como é possível aprender inglês no menor tempo possível.

Antes de responder, eu me pergunto: será que essas pessoas querem mesmo aprender ou estão iludidas buscando um atalho mágico para ficar fluente em inglês da noite para o dia?

Vou assumir que o objetivo é mesmo aprender inglês e que a intenção é encontrar uma metodologia mais eficaz.

Talvez a pessoa também esteja buscando algumas dicas de sites que possam tornar o aprendizado mais divertido e mais dinâmico.

Sendo assim, vou compartilhar o que penso e o que acho mais adequado.

Melhor Curso de Ingles - Bandeira UK

Depois de pesquisar bastante a respeito, cheguei a seguinte conclusão: o que mais influencia no tempo de aprendizado do inglês é o tesão.

Calma, não tem conotação sexual. O tesão que eu me refiro é o de aprender ou ter acesso a algo que você deseja muito.

Por exemplo, eu adoro esportes. Seria perfeito se eu pudesse assistir um documentário em inglês falando sobre atletas de endurance, atletas olímpicos e sua preparação, etc.

Nesse caso, eu não precisaria entender absolutamente tudo ou me passar por nativo, o importante mesmo seria compreender a maior parte do vídeo sem precisar de auxílio.

Infelizmente, para a maioria das pessoas isso é impossível.

É isso que eu chamo de fluência: “a capacidade de se comunicar da forma mais simples possível, entendendo e fazendo-se entender“.

Vou abrir um parênteses jogo rápido. Se você também gosta de esportes, vai gostar bastante do documentário abaixo.

Voltando…

Todos nós sabemos que a maior parte do conhecimento mundial está em inglês.

Com exceção do mandarim, o inglês é a língua mais falada no mundo. Aproximadamente 400 milhões de pessoas ao redor do mundo usam o inglês como língua materna e quase 1.4 bilhão usam o inglês como segunda língua.

Atualmente, a língua inglesa é falada em 53 países. Os maiores portais de notícias postam seus artigos em inglês para que eles tenham o maior alcance possível.

Como Falar Inglês

Eu mesmo tive uma experiência interessante com o inglês.

Desde pequeno, meus pais sempre falaram para eu aprender inglês, que seria importante para mim no futuro e todo aquele blá blá blá que a gente já sabe.

Não sou o primeiro e não vou ser o último a deixar passar essa oportunidade na infância/adolescência e confirmar, na fase adulta, que os pais tinham razão.

Quem nunca viveu também aquela situação no trabalho ou numa entrevista de emprego quando alguém pergunta quem fala inglês?

E se for para atender uma chamada ao telefone? Pior ainda …

Mesmo que você não tenha vivido exatamente essas duas situações, deu para entender o contexto, não deu?

Aquela situação que você fica sem graça por algo que você gostaria de saber mas não correu atrás no melhor momento.

Enfim, vamos tentar contornar essa situação. O objetivo aqui é que você consiga pensar em inglês.

Outro termo bastante usado por quem deseja falar fluentemente é ter o inglês na ponta da língua.

Como emagrecer depois da gravidez?

Será que o programa mamãe sarada funciona mesmo?

Essa é a pergunta que milhares de mulheres estão fazendo nas redes sociais.

página do facebook já tem mais de 200 mil curtidas. São mulheres, mães como nós, que buscam um programa de emagrecimento efetivo. Sem enrolação.

A verdade é que algumas mulheres evitam a gravidez com medo de engordarem demais e não conseguirem emagrecer depois.

como-emagrecer-apos-a-gravidez-sentada

Pera aí. Deixar de ser mãe pela dificuldade de emagrecer? Isso parece insano mas devemos respeitar e, se possível, tentar entender.

As mulheres normalmente são mais vaidosas e sentem mais o fato de ter seu corpo completamente modificado por 9 meses e depois ter dificuldade para voltar ao peso que tinham antes.

Encontrar tempo e disposição para malhar enquanto amamenta, troca fraldas e coloca para dormir, não deve ser das tarefas mais fáceis.

O incrível é que algumas mulheres conseguem e acabam servindo de exemplo.

como-emagrecer-apos-a-gravidez-deitada

Algumas, mais invejosas, vão dizer: “ah! mas ela não trabalha!” ou “ela tem empregada e babá” ou “ela já tinha um corpo sarado antes da gravidez, aí é mole recuperar” ou “a genética dela é abençoada. ela não se esforça e continua sempre magra e bonita”, e por aí vai.

O que está em jogo não são os exemplos, é a sua própria vida.

como-emagrecer-apos-a-gravidez-abraco-marido

O que você tem feito para mudar a sua realidade? Você se acha capaz de perder o peso que ganhou durante a gravidez?

O que fazer quando todos dizem que não somos capazes mas no fundo a gente acha que dá para conseguir, que podemos atingir nossos objetivos?

O que realmente está em jogo é o quanto você assume de responsabilidade pelos fatos da sua vida e tenta resolvê-los.

Páre e pense um pouco nisso …

Algo dentro de você diz que a culpa não é sua mas a questão aqui é menos em relação a culpa e mais em relação a responsabilidade.

Precisamos de mais pessoas dispostas a engravidar e depois emagrecer do que de pessoas com medo, que deixam de viver o sonho da maternidade pelo aprisionamento da possibilidade de engordar mais do que gostariam.

como-emagrecer-apos-a-gravidez-em-pe

Pensemos nisso e bola pra frente!

Contem comigo sempre que precisarem.

O uso de adoçante na gravidez

Vacinação durante a gravidez

Aspectos psicológicos durante a gravidez

Vale a pena fazer curso de guitarra online?

Muitos amigos me perguntam se vale mesmo a pena fazer um curso de guitarra online.

curso-de-guitarra-2

Vou confessar. No início eu era contra.

Eu não queria gastar dinheiro com algo que eu achava que podia aprender sozinho na internet.

Vídeos gratuitos tem aos montes …

Achei esse aqui que é brasileiro. Eu gostei mas ainda não era o que eu estava buscando.

Mas depois de varrer tudo que havia na internet brasileira a respeito do ensino de guitarra online, resolvi pesquisar lá fora.

Em função dessa pesquisa, descobri as duas fabricantes de guitarra mais tops do mundo, a Fender e a Tagima.

curso-de-guitarra-1

Nos sites lá de fora eu comecei a encontrar materiais bem interessantes. Haviam muitos sites no nicho de ensino de guitarra.

Materiais completíssimos e gratuitos.

Eu não poderia ter achado nada melhor.

Eu estava tendo acesso a nata de como aprender a tocar guitarra.

Mas tinha um problema. Os vídeos eram muito bem produzidos, os guitarristas pareciam ser fodas tocando mas o inglês acabou sendo uma barreira.

Os caras davam dicas de como aprender a tocar guitarra, ensinavam alguns exercícios de base mas eu não conseguia entender direito.

Apenas assistindo os vídeos como mero espectador não estava me ajudando.

Eu precisava entender o que estava sendo dito para praticar sozinho depois.

curso-de-guitarra-3

Depois de tentar por uns 2 meses, percebi que não estava evoluindo.

Foi então que decidi conversar com o meu pai e pedir ajuda.

Perguntei se ele poderia pagar aulas particulares de guitarra.

Peguei uma indicação de professor e comecei.

No início eu estava achando ótimo. O cara era bom, a atenção a mim era total e eu estava evoluindo bem.

O problema veio alguns meses depois quando meu pai me chamou e disse que não poderia mais pagar.

O custo mensal estava pesando para ele e, infelizmente, minhas aulas de guitarra não eram prioridade na nossa casa.

Foi aí que eu tive um estalo. Como eu poderia juntar a experiência que eu tive com os vídeos e as aulas particulares?

Depois de um tempo pensando e pesquisando, eu descobri!

Eu precisava de um curso de guitarra online em português produzido por um guitarrista experiente.

Assim, eu entenderia exatamente tudo, poderia praticar e conduzir o curso no meu ritmo e o custo seria infinitamente inferior as aulas particulares.

Eu não precisaria nem sair de casa e ainda poderia assistir várias vezes os mesmos vídeos até completar o ciclo de aprendizado inteiro.

Agora só faltava achar o melhor curso de guitarra online e pelo melhor preço.

Primeiro perguntei para alguns amigos e depois entrei em alguns fóruns de guitarristas.

A grande maioria me recomendou o curso Curto Guitarra Class, do guitarrista Leandro Fonseca.

Depois que assisti o video dele, não tive dúvida. O curso é top e o cara é didático demais. Melhor impossível.

Então é isso galera. Essa foi a minha experiência.

Espero ter ajudado e contem comigo sempre que precisarem.